domingo, outubro 09, 2005

ALÉM DA MORTE

Ergo minha taça aos meus amores!
E brindo por quantos me disseram
que me queriam bem; por suas dores
Que pude aliviar, quando as tiveram...

Ergo minha taça transbordante
De desejos de Paz, de eterno amor
Que a vida, tal como o espumante
Perdendo a espuma, perde seu sabor...

Brindemos todos, taças levantadas
Pelas vidas, perdidas e achadas
Nas fronteiras da Luz, sem passaporte...

Brindemos! Tudo passa de repente
E amanhã, já não seremos gente
Só almas, que vão além da morte!...


Maria Mamede

1 Comments:

Blogger Parapeito said...

...Brindemos! então :)
**

6:27 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home