sexta-feira, dezembro 09, 2005

A LUZ DUM BEIJO

No mais bonito sonho, fantasia
Que a noite se esquece de levar
Embalo minha dor em poesia
E escrevo um soneto, ao acordar...

E no sonho mais belo adormecida
Escrevo-te O Poema, meu amor
E este meu sonho, é quase vida
E a vida, quase sonho, além da dor...

E é magia o teu riso cristalino
Esse riso tão meigo, de menino
Que procura o meu e não esquece

Que a luz do sol é que faz o dia
Mas ele pra nós só principia
Quando a luz dum beijo nos aquece!...


Maria Mamede

10 Comments:

Anonymous Mary Fioratti said...

Oi Maria! Logico que me lembro de voce, sempre a vejo no blog do meu amigo Ze Carlos!
Alias, se nao fosse ele, nao sairia esse meu Blog! (rs).
Lindo seu cantinho menina, depois vou voltar aqui para ler, ta?
Um beijo e obrigada por me visitar!
Mary

9:24 da tarde  
Blogger AS said...

Minha querida AMIGA

Venho aqui e perco-me no meio das palavras e das expressões tão belas que aqui nos deixas...

Espero amanhã dar-te um grande abraço

11:55 da tarde  
Blogger Zé Carlos said...

Olá querida Maria
Lindo este seu Blog.... sempre lindas suas palavras tantos as que conhecia e publiquei como todas as outras que ainda não conhecia ... vc transpíra poesias e tem a alma do mais puro poeta.
Seja sempre muito feliz e nos traga estas palavres de amor e paz... Bjs do amigo Zé Carlos

12:00 da tarde  
Blogger AS said...

Maria tu sabes que eu adoro sonetos! Este teu soneto revela todo o teu talento!....

Um beijinho grande

6:16 da tarde  
Anonymous Maria do Céu Costa said...

Encantador este soneto "À luz dum beijo". Boa semana. Beijinhos.

10:43 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Queridos Amigos e Amigas, que bom vê-los por cá.
Agradeço sempre comovida as flores da vossa preciação.
Beijos para todos(as) e até sempre.

8:03 da tarde  
Blogger Luís Monteiro da Cunha said...

Do Douro até ao Lima...
Venho deixar um carinho.
Por afinal, seres vizinho
E ver que essa alma adivinha
Porque na Maia, também se rima!

Prazer em visitar-te, vizinha.

Não sabia!

3:45 da tarde  
Anonymous Maria Mamede said...

Ao vizinho que não conheço e a quem ainda não tinha lido nem agradecido o comentário, um abraço Maiato da

Maria Mamede

8:39 da tarde  
Anonymous Bárbara (bb) said...

Obrigada por palavras tão bonitas.
Este é daqueles poemas que quando se acaba de ler nos deixamos ficar de olhos fechados a curtir o sentimento que ele nos deixou.

5:58 da tarde  
Blogger a.filoxera said...

Pareces evaporada, ultimamente...
Que a luz de muitos beijos te aque�a.

12:09 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home