quinta-feira, janeiro 17, 2008

S/TÍTULO -(In "Histórias de Amor")

Não digas ao ouvido
que me amas;
o coração tem escutas
pelas veias
não digas amor
das marés cheias
da longa solidão
que desvanece
ao tocares a boca
que anseias
com sofreguidão
e que fenece
sem a tua boca, a tua mão...
não digas ao ouvido
beija apenas
e as horas nos serão
pequenas
para matar saudades
já sentidas
nesta nossa espera
em tantas vidas
neste eterno desejo
sempre em flor...
mas se acaso
não puderes calar
esse amor que sentes
e lateja
não fales, beija
e seremos dois
num só amor!...


Maria Mamede

38 Comments:

Blogger FM said...

O Amor tem destas coisas...
Deixo-te Essências de Luz.

1:35 da manhã  
Blogger Maria said...

... como posso comentar um poema DESTES?
Senti-o correr nas veias...
Intenso, como só TU, Maria Mamede.

Beijo, Amiga

2:12 da manhã  
Blogger Carminda Pinho said...

Obrigada amiga, por mais um belo poema de amor.

Beijos

6:01 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Bom dia Fm e obrigada pela visita.
Envio gotas dessa luz que me desejas, feitas da mesma essência e prenhes dela.

Abraço

Maria Mamede

6:58 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Minha querida Maria, bom dia.
Que maravilha quando nos conseguimos irmanar com outras pessoas na sensibilidade!...


Beijos Amiga e um dia de LUZ.

Maria Mamede

7:00 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Carminda, bom dia!
Agradecida sou eu, Amiga, por poder partilhar convosco, aquilo que faço e amo.


Beijos


Maria Mamede

7:02 da manhã  
Blogger RV said...

Um bem haja

O tempo e o amor.. O tempo que tudo consome tal Deus Cronos a comer os seus filhos. O tempo que angustia criando a incerteza do provir, confronta-se com o amor, esse poder que emana de algum ponto interior e que de forma incompreensível, contrária ao mundo que desaba, infunde-nos a ambrósia da eternidade.. Ai, que o pobre coração do Homem, diante dessa batalha titânica entre tempo e amor, desesperadamente tenta, tantas vezes em vão, condensar a eternidade num segundo.

7:25 da manhã  
Blogger Suave Toque said...

Não sei bem como aqui cheguei, apenas sei que gostei muito, voltarei mais vezes.
O amor...não precisa muitas palavras nãoé mesmo?
Bjs

11:06 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá suave toque, boa tarde!
Obrigada pelo passeio por este meu canto.
Realmente o Amor basta...o resto, é o resto!...

Beijo

Maria Mamede

2:30 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

E consegue Fm, muita vez consegue!
Lembro-me frequentemente de Vinicius de Morais que escreveu...
que o Amor seja Eterno enquanto dure!

E é, tal e qual, sempre que queiramos!

Bj

Maria Mamede

2:33 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Por lapso, de que peço me relevem, a resposta anterior destina-se a rv ; lamentavelmente enderecei-a a fm, a quem já tinha respondido!

As minhas desculpas.

Bj

Maria Mamede

2:36 da tarde  
Blogger Suave Toque said...

Olá, obrigada pelo comentário, gostei muito. Augusto Cury é incrível e surpeendente. Está convidada a voltar sempre. Aqui estarei muitas vezes.
Bjs

5:31 da tarde  
Blogger Suave Toque said...

Olá borboletinha!
Parece termos o mesmo carinho por este suave inseto voador que tão demoradamente espreita o lado de fora para viver uma vida tão curta.
Sim, passamos uma vida inteira rompendo casulos, caindo e renascendo, e vale a pena viver,sempre.
Obrigada pela visita carinhosa.
Beijos com suave toque de carinho.

11:36 da manhã  
Blogger O Profeta said...

Intenso...imenso...és tu qual ribeiro de cristalinas águas...


Doce beijo

7:41 da tarde  
Blogger Templo do Giraldo said...

http://templodogiraldo.blogspot.com/


Passem por aqui e comentem!Saudações.

1:42 da manhã  
Blogger MADRUGADA... said...

Imóvel fico quando leio os seus poemas.

Poderia sentir um certo receio de ao lê-la ver as palavras mal-tratadas...mas isso, é o que a Maria não faz.

Sinto que dilata o poema, e que o acaricia com rigor...e por isso não tenho receio de lê-la.

Cumprimentos.

3:05 da tarde  
Blogger Meg said...

O coração tem escutas pelas veias...
Palavras que lidas e sentidas não permitem outras palavras, apenas pedem silêncio e ternura.

Um grande abraço Maria Mamede!

6:09 da tarde  
Blogger Belisa said...

Olá

Depois deste poema de Amor
Por aqui e por outros lados
Te encontrar sempre, em redor...
Deixo muitos beijos estrelados.

12:47 da manhã  
Blogger Graça Pires said...

não digas amor
das marés cheias
da longa solidão
Belo poema de amor. Um beijo.

5:52 da tarde  
Blogger Bloga Comigo said...

Talvez tenha vindo para ficar se quiseres blogar comigo. Eu quero blogar contigo.
Bjos

7:15 da tarde  
Blogger Lufos said...

Cara M.M.

Há pessoas que adoram ler poesias, outras que adoram escrever, mais não me leve a mal, você não se encaixa em nenhum desses dois tipos de pessoas, pois você é poesia e ela faz parte de você...Parabéns pelo texto....Espero que possas me dizer como estou me saindo com as minhas, seria muito importante sua opinião! Bjos

11:02 da manhã  
Blogger O Profeta said...

Este vento que sopra nos brandais
Leva de arrasto a minha alma
A proa estende-se adiante na vaga
Olhar de garça o meu coração acalma

Ai quem me dera voar no canal
Ai quem me dera ser a tua espera
Ai quem me dera que o amor
Ai! morasse naquela terra


Bom fim de semana


Doce beijo

12:36 da tarde  
Blogger Bichodeconta said...

So quem ama pode entender algumas nuances que a vida tem..Aos olhos de quem nunca amou, nada faz sentido..um beijinho..É sempre tão bom passar por aqui..

8:10 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Ribeiro manso e suave
este que sou; em me dando
voando qual pena d'ave
me precipito, cantando!...


Beijos de água
para um Profeta inspirado e inspirador.

Maria Mamede

1:07 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá borboletinha lilás, boa tarde!
Obrigada pelas visitas que me faz e de que muito gosto.
Como já tenho dito, ando bastante fugida, entre pequenas viagens...mas sempre que posso, volto a este meu canto para falar aos Amigos e Amigas que me visitam e tento, tanto quanto possível, retribuí-las; por isso, daqui a pouco, espero, visitarei a sua casa, onde deixarei o meu entender sobre o que escreve.
Beijos da sua cor, borboleta Amiga.

Maria Mamede

1:12 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Obrigada ao Templo do Giraldo, pela sua passagem; sempre que me seja possível, retribuirei a visita.

Abraço

Maria Mamede

1:14 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

É minha linda Madrugada, tento tratar sempre bem as palavras que tanto AMO!
E, por vezes vou conseguindo!!!

Beijo


Maria Mamede

1:15 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Minha querida Meg


das palavras, sei lá quantas
algumas há dentro em mim
que vos abraçam; são tantas!
ne-las vai amor sem fim!...


Maria Mamede

1:21 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Belisa! que bom
ver por cá boas Amigas;
alegra-se o coração
e tudo o mais são cantigas!...


Beijo

Maria Mamede

1:25 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Este meu Amor fremente
neste poema e em mais
é sentimento presente
nos diversos sempre iguais!...


Beijos à Graça Pires e obrigada pela visita.

Maria Mamede

1:30 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Bloga comigo, boa tarde!
Desafio aceite.

Beijo e até breve.

Maria Mamede

1:35 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Lufos, muito boa tarde deste lado do Atlântico!
Por cá, está um belíssimo dia para passeios e visitas.
Daqui a pouco farei uma pela sua casa.

Beijos e até lá!

Maria Mamede

1:37 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Não tivesse eu medo, tanto
deste mar que nos permeia
transformaria o quebranto
em bem querer, maré cheia!...



Bj

Maria Mamede

1:42 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Pedindo me perdoem a distracção, quero dizer que a quadra do comentário anterior é a minha resposta ao comentário do Profeta.

Beijo

Maria Mamede

1:46 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Minha querida Ell, obrigada pelo comentário...
também é muito bom visitar-te, o que espero fazer ainda hoje.

Beijos Amiga.

Maria Mamede

1:47 da tarde  
Blogger Suave Toque said...

Boa tarde borboleta...
Obrigada pela visita e pelo comeentário carinhoso.
Volte sempre...
Beijos suaves...

Conheça também meu novo cantinho onde divido com alguns amigos...
sss.sensualidadeemletras.blogspot.com

4:21 da tarde  
Blogger Sophiamar said...

Que lindo, amiga! Para quem tem andado um pouco nostálgica, um pouco desiludida, um pouco reticente com tudo isto, vir aqui
é encontrar a seiva que regenera o meu gosto de viver.
As tuas palavras são um doce alimento desta alma que há muito também vive para a poesia.

Beijinhossss mil

Bom fim de semana.

5:05 da tarde  
Blogger Johelma Aslhei said...

Entrei no seu blog através dos eu filho, ele por ter muito orgulho de sua mãe, me passou esta abençoado endereço.
Abençoado sim, pois o que escreves é muitissimo lindo.
Desculpe não me apresentar, foi o desejo e a pressa de te falar o tanto que me fez bem ler suas poesias.
Meu nome é Johelma, sou da Bahia- Brasil, 33 anos e queria muito manter contato, pois me causou espanto de tamanha identificação algumas de suas poesias; Meu msn é: johelmafsa@hotmail.com
Este endereço serve para o e-mail também.
Beijo e foi um prazer!!!!!

11:48 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home