sábado, dezembro 01, 2007

SENHOR DAS ALVORADAS SOLITÁRIAS

Senhor das Alvoradas solitárias
aonde o aconchego da promessa?
Aonde a luz do ocaso dos dias
enchendo corações?
O meu, agitado por sezões
de amores sem fim
é o retrato de mim pelas vielas do medo...
permite que te fale dum segredo
película que envolve meu sentir;
-Digo, sem medo de mentir
que por certas razões
és meu cajado, arrimo da memória;
passaram vilões neste estória
sem princípio e sem fim
mas tu, senhor da nostalgia
vigia de pleitos ancestrais
a mim ajudas
e aos mais
nos passos perdidos da consciência...
dirão envolta em demência
esta pessoa que sou
sorrio calma!
Que me importa esta loucura
bravura aos olhos da alma?!
Anseio apenas
nesta vida de quimeras
no culminar das esperas
no fim, quando a vida recomeça
o Graal dos párias;
De ti, o aconchego da promessa
Senhor das Alvoradas Solitárias!...


Maria Mamede


(In "CARTAS DE AMOR" - Bierzo, Agosto/2004)

28 Comments:

Blogger lena said...

encanta-me minha querida Poeta Maria Mamede

quase uma oração este poema que li com sofreguidão, sem quase respirar

é tão cheio de sentires e tão suavemente escrito que apaixona

"permite que te fale dum segredo"

adoro ler-te minha poeta querida. alimentas-me com os teus versos

belo!

abraço-te com uma grande ternura, com muita amizade, com um carinho especial

beijo meu para ti

lena

4:56 da tarde  
Blogger Lumife said...

Motivos diversos têm impedido a ida a todos os amigos mas a pouco e pouco vou regularizando as visitas.

Vou ler os teus trabalhos que com gosto sempre desfruto.


Votos de bom fim de semana


Beijos

5:00 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Leninha, bom dia!
Obrigada Amiga; já te deixei um beijo especial no teu Blog.
Obrigada uma vez mais pela tua colaboração com o Movimentum

Beijos

Maria Mamede

10:44 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Lumife, bom dia de Domingo com o sol a saudar-nos!
Obrigada pela sua visita; também nem sempre posso ir até casa dos Amigos e deixar-lhes as minhas palavras de apreço, mas sempre que posso, entro sem bater...

Beijo e bom domingo.

Maria Mamede

10:46 da manhã  
Blogger Meg said...

Maria Mamede,
Já tinha saudades de te ler.

O meu (coração), agitado por sezões - há quanto tempo não leio esta palavra! - de amores sem fim, é o retrato de mim pelas vielas do medo.
És meu cajado, arrimo da memória...

Que orgia de palavras, Maria M!

Beijos

5:14 da tarde  
Blogger Maria said...

Como que uma prece.....
... na forma de um poema belíssimo....

Beijo, Maria Mamede

7:03 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Meg; vou chegando de quando em vez, minha Menina...
E quando a veia não dá para o que anseio, relembro o que está escrito com algumas palavras de antigamente, que cheguei a ouvir na boca da minha Avó; e sabe-me a infância!

Beijos

Maria Mamede

Maria Mamede

6:01 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Maria, boa tarde, quase noite!
De certo modo é uma prece, embora este Senhor das Madrugadas Solitárias seja alguém, pecador como eu e de carne e osso...

Beijos Amiga

Maria Mamede

6:03 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

mt interessante o blogue. n conhecia.

deixo uma dica de um autor novo que merece ser divulgado:

www.tiagonene.pt.vu

Bi.

10:32 da tarde  
Blogger a.filoxera said...

Bem-vinda, amiga! Que a tua inspiração continue a deliciar-nos.
Bj.

10:53 da tarde  
Blogger São said...

Gostei!
Fique bem!

12:51 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Anónimo, bom dia!
Obrigada pela sua passagem e pelas suas palavras.
Consultei o Blog indicado (que julgo ser seu) e também achei muito interessante,com um aspecto gráfico incomum.
Gostei muito da Poesia.
Vou ficar atenta e voltarei sempre que possível.

Bj

Maria Mamede

9:21 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Minha querida A.Filoxera, bom dia.
Bem-vinda Amiga; creio já ter respondido a todas as tuas mensagens; se acaso o não fiz, perdoa, porque esta cabeça anda a mil, por várias razões. Espero que tu e os teus estejam bem.
Obrigada, como sempre, pelas tuas palavras.

Beijos

Maria Mamede

9:23 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá São; obrigada por ter vindo até cá.Ainda bem que gostou.

Beijo

Maria Mamede

9:24 da manhã  
Blogger PoesiaMGD said...

Um belo cântico de amor à vida!
Bjs

2:29 da tarde  
Blogger Victor Nogueira said...

Olá !
Bom dia, onde quer que estejas !
Bjo :-)
VM

11:39 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá poesiamg, bom dia!
Obrigada pelo seu passeio matinal por este meu jardim;

Bj

Maria Mamede

9:04 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Victor, bom dia meu Amigo, que bom que vieste!
Fico feliz por te ver por cá!
Agradeço e retribuo os votos; continuo um pouco desaparecida, pela força das circunstâncias; mas creio que em breve tudo se transformará.

Bj

Maria Mamede

9:06 da manhã  
Blogger Bichodeconta said...

Poema lindo e sentido.. Vinha em busca de mais, voltarei.. UM ABRAÇO, ELL

2:32 da tarde  
Blogger Sophiamar said...

Vim alimentar-me um bocadinho deste néctar que me ajuda a ver a vida com outras cores. O dom, querida Maria, de poder abordar o mundo e a vida com esta linguagem é privilégio dos poetas.

Beijinhos mil, doce amiga!

9:18 da tarde  
Blogger Lumife said...

Uma visita antes da partida.

Voltarei em Janeiro.

Votos de Boas Festas.


Beijos

11:58 da manhã  
Blogger Meg said...

Que me importa estã loucura
bravura aos olhos da alma?!
Ansei apenas o Graal dos párias...

De volta para te ler e te pensar.

Um abraço MM

5:03 da tarde  
Blogger C Valente said...

"Senhor das Alvoradas solitárias"
Uma oração
um poema
cheio de coração
Bom fim de semana
saudações amigas

10:49 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Ell, boa tarde!
Agradeço as tuas palavras, como sempre e envio mil beijos e votos de bom fim de semana, com mais força!

Maria Mamede

1:13 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá minha Linda, boa tarde!
Que teu sábado seja de luz e que o alimento que dizes colher neste meu Blog, seja alimento eternamente benfazejo!

Beijos de Paz

Maria Mamede

2:40 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Lumife; obrigada Amigo e que tenhas Boas Festas e boas férias.

Beijo

Maria Mamede

2:41 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Minha querida Meg, boa tarde!
Envio-te um abraço de ternura cheiínho de Bem Querer, Paz e Luz.


Maria Mamede

2:43 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá C.Valente, obrigada pela visita.


Beijos do sol que hoje não apareceu por cá e bom fim de semana.

Maria Mamede

2:43 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home