sábado, setembro 08, 2007

Explicação...

O Soneto que hoje vos dou a conhecer, deriva duma conversa com Alex Gandum do Blog "Fundamentalidades", a propósito do seu último post; um poema em quadras sobre uma Viagem de Comboio.
Desse Poema, tirei os dois mais belos versos, com que iniciei o meu soneto; desta parceria, deixo-vos o resultado!




VIAGENS


"SÃO OS VALES QUE DESENHAM MADRUGADAS
OS TEUS DEDOS QUE DESCOBREM NOVAS FONTES..."
e teus olhos com estrelas pendurads
são os risos dos faunos pelos montes...

São no peito as dores amarguradas
que se vestem da luz dos horizontes
e geram luas, imensas, prateadas
que se escondem, pra que tu despontes...

E de quem parte são as alegrias
as horas do prazer, de ir à sorte
aventuras de amor, em descoberta

Trazem no regresso as nostalgias
do vivido a dois sem passaporte
dum país de sonho a porta aberta!...


Maria Mamede

53 Comments:

Blogger Sophiamar said...

Mais um bonito momento de leitura! Um soneto que o teu coração e a tua alma fabricaram e que das tuas mãos fluiu com a transparência da água pura e cristalina que emergente da nascente de um rio.
A alegria da partida para dar vida a um sonho de amor, a nostalgia na chegada depois de um amor a dois vivido e as "doces e ledas" madrugadas são alguns dos ingredientes com que nos fazes sonhar.
Bem hajas, POETA!
Se há quem mereça prémios, essa pessoa está aqui neste canto da terra onde o amor é rei e senhor.

Beijinhosssssssssssssssssssssssssss

10:16 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Que beleza de interpretação Isabel; obrigada!
Parece que me lês a alma!
Beijo Amiga.

Maria Mamede

10:22 da manhã  
Blogger MULTIPLICITY said...

MUITO BONITO!

BJS*

3:35 da tarde  
Anonymous Barão Van Blogh said...

Sou novo nestas lides ...

Aqui deixo o convite para que visitem o meu espaço .

"Ao lado de fortes cavaleiros eu seguia
Terras de mil cores nós ia-mos conquistar"

Bom fim de semana .

5:11 da tarde  
Blogger a.filoxera said...

Obrigada. Gostei da viagem e do email.
Beijos, amiga.

5:59 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Multiplicity, boa tarde; obrigada por ter vindo e pelas palavras


Abraço

Maria Mamede

7:24 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá barão, boa tarde!
o mesmo lhe desejo.
Irei ver,está prometido



Maria Mamede

7:25 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá A.Filoxera, boa tarde e bom fim de semana.

Beijo


Maria Mamede

7:26 da tarde  
Blogger Naty said...

Olá passei para ver teu cantinho e gostei lindo mesmo.bfs bjs naty

9:01 da tarde  
Blogger Carminda Pinho said...

Viagens de sonho, as que nos proporciona, Maria.
Beijinhos e bom domingo.

10:23 da tarde  
Anonymous C Valente said...

Muito bonitoe resultou
saudações amigas

12:01 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Naty, bom dia e obrigada por ter vindo.


Beijo

Maria Mamede

7:32 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Bom dia Carminda; muito obrigada pelas suas palavras.

Oxalá possam ser sempre assim.

Agradeço e retribuo os votos de bom Domingo.

Maria Mamede

7:33 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá C.Valente; é verdade, acho que resultou... e gostei da viagem!


Um abraço amigo e votos de bom domingo.

Maria Mamede

7:35 da manhã  
Blogger Sol da meia noite said...

Aqui cheguei e gostei muito do teu espaço.
E gostei da continuação que deste ao poema...

Beijinhos!!!

1:32 da tarde  
Blogger Meg said...

São no peito as dores amarguradas que se vestem da luz dos horizontes...
e geram luas...
Imagens para serem sentidas, Maria Mamede.
Lembro-me da primeira vez que me visitaste, há cerca de meio ano, anónima, apenas o nome... Maria Mamede. Que não esqueci. Mamede.

Beijinhos

1:09 da manhã  
Blogger Maria said...

Mais um belo soneto, como já nos habituaste.
Interessante esta idéia de se fazer poesia a partir da "deixa" de outro poeta, neste caso do Alexandre.
Gostei.....

Beijinhos, Maria Mamede

1:30 da manhã  
Blogger Lumife said...

Muito tenho ouvido falar de Maria Mamede (sempre bem...) e hoje calhou acertar no caminho e aqui estou a desfrutar dos trabalhos que gosta de partilhar connosco.

Vou ter de correr por este espaço e voltarei pela certa.

Bj.

1:43 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Meg. bom dia.
Votos de boa semana e muito, muito Obgd. pelas palavras.
É bom , tão bom , que quem lê sinta como quem escreve!!!

Beijos

Maria Mamede

6:15 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Maria;
sabes Amiga, às vezes não resisto ao chamamento de certos versos.
E neste caso foi a beleza destes escritos pelo Alex...
daí a parceria, com que o autor concordou.

Beijos e boa semana

Maria Mamede

6:19 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Que poderei dizer ao "Sol da meia noite" que nunca tive o prazer de apreciar?
Somente que agradeço a sua visita; que quem sabe, espero um dia poder apreciar esse fenómeno e ficar feliz por ter gostado dos meus versos.

Bj

Maria Mamede

6:22 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Lumife, bom dia! Muito prazer em tê-lo por cá.Obrigada pelas palavras.
Mais logo vou fazer-lhe uma visita.

Boa semana que principia e abraço da

Maria Mamede

6:24 da manhã  
Blogger Alexandre said...

O teu soneto está lindo, Maria Mamede, e eu sinto-me privilegiado por ter uma participação nele... uma excelente parceria surgida em boa hora! Obrigado!!!

Não comentei antes porque achei que devia esperar por algumas opiniões de outras pessoas e como vejo este mundo da blogosfera é mesmo uma grande e incrível família!!! São fascinantes as pessoas que «viajam» por aqui...

Muitos beijinhos!!!

2:04 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Alex, boa tarde.
Fico feliz que gostes, evidentemente, embora o tenhamos já falado, pois sem isso não me atreveria a colocar algum poema também teu no meu Blog.
Gosto de algumas parcerias, surgidas assim, por impulso de paixão pelas palavras, como esta...
espero que haja outras; em beijo de agradecimento da
Maria Mamede

7:32 da tarde  
Blogger C Valente said...

saudações amigas

10:44 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Obrigada C.Valente; também o saúdo e lhe envio um grande abraço


Maria Mamede

11:10 da tarde  
Blogger o moço da bodega™ said...

Belo soneto, Maria.
És a própria poesia encarnada,
Beijos

1:10 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Oi "seu Caco", que bom vê-lo por cá meu querido Amigo!
Embora saiba que a suas palavras são dum Amigo e como tal benevolentes, agradeço-as de todo o coração;

Beijos Atlânticos da
Maria Mamede

1:16 da tarde  
Blogger TMara said...

aqui um belo diálogo. Bjs doçura. Luz e paz em teu caminhar

10:32 da tarde  
Blogger margusta said...

Boa noite Maria Mamede!

Uma alegria chegar aqui e ler este soneto lindissimo!..Adoro Sonetos!!!...

Alegria ainda maior ao vereficar que ver que foi em parceria com o Alexandre (os dois primeiros versos) que são de facto lindos!
Tive o prazer de conhecer o Alexandre pessoalmente..e tudo o que ele escreve quer em comentários ou no seu blogue ..é ele, o Alexandre é mesmo assim!!!...

Mais uma vez os meus Parabéns por este fantástico soneto!
Um beijinho meu.

12:25 da manhã  
Blogger MADRUGADA said...

Lindo!...

Saio daqui nostalgico com tamanha sumptuosidade.

Cumprimentos.

2:52 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Bom dia TMara!
É bom ver-te por cá Amiga;
E ainda melhor saber que também gostas.

Beijos

Maria Mamede

8:18 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Bom dia Margusta e obrigada pela visita.
Também AMO Sonetos e sempre que a inspiração dá, a eles regresso.

Um beijo enorme

Maria Mamede

8:20 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Que beleza ser visitada pela Madrugada, esta internauta...
a outra, visitamo-nos diariamente, já que sempre por ela espero à esquina dos dias.

Obrigada pelas suas palavras

Bj

Maria Mamede

8:22 da manhã  
Blogger O Profeta said...

Poesia a quatro mãos...duas almas, dois sentires...um campo de rubras dálias...


Doce beijo

5:07 da tarde  
Blogger ©õllyß®y said...

Aqui passei um doce momento...

Terno beijo

6:06 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Profeta, boa tarde!
Muitas vezes, sentires diferentes se irmanam para formar um todo; neste caso o soneto...
uma experiência cara ao meu coração.

Obrigada
Beijo

Maria Mamede

6:37 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Amo pássaros; e ser visitada por um (a) colybry, é uma delícia!!!

Obrigada pela visita.
Beijo

Maria Mamede

6:39 da tarde  
Anonymous Barão Van Blogh said...

Venho agradecer a visita e, deixo estas três linhas do novo poema , que dedico a todas as mulheres , e o nós homens que as amamos .

"Em fragrância na água cristalina
Gotículas salpicam-na maravilhadas
O sensual corpo de mulher menina"

Continuação de boa semana .

6:55 da tarde  
Blogger Meg said...

E com os dias, por vezes também se vão as alegrias, e acordamos num país que estranhamos, sofridos e desencantados.
São dias de reflexão plena de interrogações. É hoje, Maria!

8:43 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Barão, bom dia!
Agradeço os versos (como mulher que sou) e irei ver o seu novo post!




Maria Mamede

6:41 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Meg, bom dia !
Todos os dias são de encanto e desencanto Amiga, todos! mesmo aqueles em que temos, pelo menos por algumas horas, sorrisos de orelha e orelha, na verdade há sempre tanta coisa que nos faz sofrer se for grande o nosso amor pelos outros e pela justiça...
Espero que passes um bom dia e que o teu sorriso possa de novo iluminar o teu rosto!

Beijo

Maria Mamede

6:46 da manhã  
Blogger Sophiamar said...

Passei para reler estes versos que tanto me encantam e deixar-te beijinhos, querida amiga.

Um abraço apertado.

8:32 da tarde  
Blogger C Valente said...

Mais uima vez li, gostei
saudações amigas

12:25 da manhã  
Blogger Belisa said...

Viva

Vendo dar-lhe resposta
e que vejo eu!
Que toda a gente gosta
do que escreveu!

Mas não quero ir embora
Sem lhe dizer com agrado
Não tenho tempo agora
Vou voltar! Fica marcado!

Beijos estrelados

12:45 da manhã  
Blogger Maria Faia said...

Lindo Maria,

Com doçura manipulas palavras, constróis hinos de amor e sonho.
Transportas nossos seres vagabundos para mundos irreais e, quando o acordar chega, sonhamos novamente que a vida é mesmo assim e a vivemos docemente.

Obrigado amiga.
Beijo para ti.

1:07 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Isabelinha, bom dia!
Obrigada por mais um passeio teu por estas bandas.

Votos dum dia muito feliz e um beijo enooooooorme da

Maria Mamede

9:30 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Belisa...


Muito me honra a visita!
outra mais sendo marcada
deixo encostada a portita;
até breve e OBRIGADA!...


Maria Mamede

9:36 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Maria Faia, bom dia querida!
Que ver-te por cá de novo.

As tuas palavras carinhosas, fazem bem ao meu ego.
Que o meu abraço de muita Amizade e a energia positiva que te envio, seja de cura para o teu.

Beijos da

Maria Mamede

9:38 da manhã  
Blogger Lumife said...

Uma passagem aproveitando para reler...

Votos de bom fim de semana.

Beijos

6:32 da tarde  
Blogger Vieira Calado said...

Pois lhe digo que é um belo soneto!
Desejo-lhe uma boa semana.

9:28 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Obigada Lumife, apesr do atraso.


Abraço

Maria Mamede

5:41 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Vieira Calado; que prazer em recebe-lo!
Obrigada pela visita e pelas palavras.


Abraço

Maria Mamede

5:42 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home