segunda-feira, agosto 27, 2007

QUANDO EU FOR VELHA...

Quando eu for velha
vou viver somente de ternura
é ponto assente...
agora, ainda não
meu coração ausente
ainda tem paixão, muita paixão
a latejar...
por vezes é tanta, tão enorme
que o sinto disforme
de tanto aumentar.
Por isso, dentro em breve
eu prevejo
que o amor, AMOR
me dê o ensejo
de assentar arraiais
dentro do peito;
espero-o, sossegado
bem ao jeito
de amores da minha idade
sem loucuras
amor tranquilo, sereno
sem bravuras
como os filhos querem
ver nos pais...
será que sou capaz?
Amores "fatais"
já os vivi no tempo
da quimera
amores desespero
amores espera
de dor lancinante
e sem abrigo...
por isso digo
que novos amores
na minha idade
têm de ser de passeio
ao fim da tarde
ou antes do calor
de manhãzinha;
um abraço doce
de acalanto
um beijo de ternura
e no entanto
ainda um fogo lento
a arder em mim...
assim
a doses mais pequenas
ao sentir o olor das açucenas
acharei
que é tranquilidade
um amor que se dá
assim verdade
e meio ensolarado
assim descanso...
e então preparado
o caminho
na derradeira fase
o carinho
vai transformar o último passeio;
passo arrastado
o sol há-de encontrar
eu e mais alguém olhando o mar
e ternura, só ternura
como esteio!...


Maria Mamede

57 Comments:

Blogger Maria said...

Querida Maria

Revejo-me no que escreveste aqui.
O amor maduro, o amor calmo, o amor sereno....
Só não sei, ainda, se irás (irei) viver somente de ternura quando fores (for) mais velha...
... mas também o que é ternura senão outra forma de amor?
... ou de amar?

Beijo, querida Amiga

4:36 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Maria;
Também não sei como será realmente; apenas sei que será algo assim, porque a força é outra, porque a serenidade é maior, porque às vezes a morte chega de repente; pode até ser que não tenha tempo para isso e que este desejo fique somente desejo...
a ver vamos e cá estou de peito aberto para o que der e vier!

Beijo

Maria Mamede

5:33 da tarde  
Blogger Meg said...

Maria,
Fiquei com um nó na garganta, depois de ler este poema.
Que eu gostaria de ter escrito, como gostaria! Só que não sei as palavras, como tu.Porque está lá tudo, a verdade em que tanta gente
não acredita!
Obrigada por eleUm beijo

9:00 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Obrigada Meg por seres assim Poeta!
São precisos todos os Poetas, os que escrevem e os que lêem, os que sentem as palavras dos outros como suas e as guardam na alma...
Um beijo enorme da

Maria Mamede

9:58 da tarde  
Blogger Waipulectura said...

Holaaaaaaaaaaa!

¿Ya votaste en waipulectura?


Un petó i feliç dia!

9:33 da manhã  
Blogger o moço da bodega™ said...

Que lindo, Maria. És a própria doçura em vida. Comparo-te as grandes poetisas que Portugal já nos deu.
Tenho um post sobre exposição de imagens fortes de crianças mortas na guerra do Iraque e gostaria de sua opinião na enquete.
Um abraço e um beijo do caco.

1:29 da tarde  
Blogger Sophiamar said...

Passa pelo meu blogue. Tens lá um certificado. Não precisas fazer nomeações. Cola-o no teu blogue.
Obrigada por tudo quanto me tens dado.

Beijinhos

4:56 da tarde  
Blogger alexandrecastro said...

quanto gostei de ler (re)ler e voltar a ler...!
beijinho
alexandre

5:28 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Amiga; já fui votar ao teu Blog.


Beijos Amiga y gracias.

Maria Mamede

6:44 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

António Carlos, meu querido Amigo, boa tarde!
Que bom vê-lo por cá!
Fico sempre feliz com a sua visita.
Agradeço vivamente as suas palavras, apesar de achar que como Amigo exagera; no entanto sei que gosta da minha poesia, o que me faz perdoar-lhe o exagero!
Irei, ainda hoje visitar o seu Blog.
Abraços Atlânticos da
Maria Mamede

6:48 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Obrigada Sophiamar pela distinção ; primeiro espero cá em casa uma outra grande Amiga que me vai ensinar como se faz isso...(que vergonha; já sabes que não percebo nada, né?!!!)
depois colocarei esse e todos os outros selos que já me ofertaram.
Beijos

Maria Mamede

6:54 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Aexandre; obrigada pela sua visita e palavras!
É bom vê-lo por cá!

Bj.

Maria Mamede

6:57 da tarde  
Blogger Izelda Regina said...

Este comentário foi removido pelo autor.

7:08 da tarde  
Blogger Izelda Regina said...

Cara, Maria!
Peço desculpas por ter lido só agora os seus "versos" (comentários). É que no momento estou acompanhado minha mãe em uma cirugia, e passo a maior parte do tempo no hospital, onde não têm como acessar a internet.
Mas quero dizer-te que para mim é uma grande hora e alegria vê-la no meu singelo espaço virtual.

Será sempre bem vinda, e sintá-se à vontade, a casa é sua.

Gosto muito de suas poesias, as conheci através do Carlinhos, (o "moço da bodega"). Eu também gosto muito de poesias, e já me tornei sua fã.

Assim que poder dispor de mais um tempinho responderei seus
comentários no córrego de areia.
Obrigada pela visita e pelas palavras carinhosas.

Um grande e afetuoso abraço.

Izelda Maia Medeiros

7:14 da tarde  
Blogger Sophiamar said...

Minha Querida Maria Mamede

Os poetas não envelhecem.Nunca! Poeta é um ser que está acima dos comuns mortais. E este poema, é um hino ao amor adulto, ao amor maduro, ao amor crescido...
Deliciei-me com este poema.
Amar assim é um desejo de todos mas dizê-lo é privilégio que só alguns o têm.
Amiga querida és o sonho, o amor, a amizade neste mundo da blogosfera. Fazes-me falta. Fazes-nos falta.
Mil beijinhosssssssssss

7:14 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Minha querida Isabel, boa noite!
É tão bom ler essas palavras Amiga, tão bom!!!
Quanta vez, palavras como as tuas, é que dão acalanto, mais que os sonhos de partilha...

Obrigada por elas e pela tua Amizade.
Beijos
Maria Mamede

9:09 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Izelda, boa noite!
Está sempre a tempo minha Amiga, sempre a tempo.

Obrigada por ter vindo; melhoras a sua Mãe e


Beijo Luso-Ibérico da

Maria Mamede

9:20 da tarde  
Blogger eremita said...

Para além da qualidade do poema, na forma, no domínio da palavra, a sabedoria de quem o escreve.
Nada melhor podemos desejar. K assim seja. Eu agora vivo de ternura e dela me alimento - se calhar sempre assim foi e não o sabia .
Fraterno abraço sábia poeta.
Mas creio k os /as b0oas poetas são todas/os sábios que o ignoram.

12:34 da manhã  
Blogger Jograis e Trovadores said...

Tal como ontem, hoje e sempre é assim o amor.
Beijinhos

2:07 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Eremita, boa tarde; a minha resposta é um pouco tardia; às vezes outros valores se alevantam e não nos dão tempo a que façamos o que mais amamos...
Obrigada pelas suas palavras. E principalmente pela sabedoria que pensa existir em mim; ainda sou aprendiz Amigo Eremita, somente aprendiz; quem me dera chagar pelo menos a estagiária!!!
Abraço

Maria Mamede

5:54 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Verdade!!! Ontem como hoje a beleza do Amor; só os actores são outros!...


Abraço


Maria Mamede

5:56 da tarde  
Blogger Fernanda e Poemas said...

Maria Mamede, adorei o seu poema;
QUANDO EU FOR VELHA.
Maria quem faz tão bela antevisão do que se vai passar quando?????????
Nunca envelhece!
Terá sempre juventude nem que seja só de espiríto.

Muitos beijinhos,

Fernanda

8:47 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Fernanda (e Poemas), boa noite!
Agradeço a sua visita;
No espírito, acho que sim, que continuarei sendo jovem, pelo menos vou teimando sempre!

O mesmo desejo a todas/os.

Um beijo da
Maria Mamede

11:07 da tarde  
Anonymous carla granja said...

OLÁ AMIGA! GOSTEI DO QUE ACABEI DE LÊR E ACHO K ATÉ OS JOVENS SONHAM COM UM AMOR SERENO,UM AMOR CALMO K LHES TRAGA ALGUMA PAZ E CONFORTO E CLARO COM UMA DOSE DE PICANTE Á MISTURA POIS ACHO K ATÉ NO AMOR MAIS MADURO HÁ K TÊR ISSO TUDO PARA O AMOR SER COMPLETO. HJE DEIXO NO MEU BLOG UM AGRADECIMENTO A TODOS OS K ME T~EM ATURADO,K GOSTAM DA MINHA POESIA E K TANTO APOIO ME TÊM DADO. SE KISERES PASSA POR CÁ E ME DEIXA UMA PERGUNTINHA . OBRIGADA
CARLA GRANJA

1:03 da tarde  
Blogger Jograis e Trovadores said...

Quando ambas formos velhas viveremos da ternura que a poesia contém.
Beijinhos

4:58 da tarde  
Blogger Waipu Carolina said...

Hola Maria

Es siempre un gusto leerte aunque al traducir pierda un poco la esencia del original. Pero el idioma no es problema para el amor, la amistad y lo que quieres expresar con el arte de la poesía.

Un abrazo

10:06 da manhã  
Blogger Cusco said...

Olá! Antes de partir de férias venho deixar um beijinho e um obrigado por todas as simpáticas visitas com que tive o prazer de ser distinguido.
Voltarei em breve…!
SE DEUS QUISER!

12:37 da tarde  
Blogger Jograis e Trovadores said...

Este comentário foi removido pelo autor.

6:23 da tarde  
Blogger Victor Nogueira said...

Viva :-)
Uma vez li que não sabias pôr fotos nos posts, mas acho que este «ascetismo» e brancura do teu blog evita distracções, embora eu procure quase sempre uma ilustração para os meus posts. Mas vou mandar-te uma imagem que tenho no meu «arquivo» que me surgiu após ler o teu poema :-)
Bjo
VM

8:13 da tarde  
Blogger margusta said...

Estou de volta!
Muito obrigada pelas visitas na minha ausência!

Beijinhos e bom fim de semana!

1:34 da manhã  
Blogger Sophiamar said...

Vim deixar-te um bocadinho de ternura. Mereces tanta, Maria Mamede! É um prazer reler os teus poemas.Tem uma boa noite de poesia em Vermoim.
Beijinhos

7:52 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Carla, boa tarde! Obrigada pela tua visita.
Irei sim; fica combinado e deixarei a minha pergunta.

Beijos

Maria Mamede

5:13 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá jograis e trovadores; espero sinceramente ser capaz disso...
tenho a interior certeza que sim, se lá chegar.


Beijos

Maria Mamede

5:14 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Hola Amiga Carolina, buenas tardes; gracias de tu visita...
és verdad Carolina; lo mas importante es el Amor.

Buen domingo.

Besos

Maria Mamede

5:16 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Amigo Cusco; que bem vê-lo por cá!
Obrigada também pela sua visita e boas férias.

Um abraço da

Maria Mamede

5:17 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Victor; obrigada Amigo pela imagem, é muito bela realmente.
E concordo contigo; ilustra bem este poema.

Bj.

Maria Mamede

5:20 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Margusta; que sejas bem aparecida!
Também agradeço a tua.

Beijo

Maria Mamede

5:22 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Isabel, boa tarde!
Quem sabe se um dia destes, terei(teremos) o prazer da tua visita?
Vamos torcer por isso; terás onde ficar.

Obrigada pelas tuas palavras Amiga.

Beijos da

Maria Mamede

5:24 da tarde  
Blogger adam said...

Hello I just entered before I have to leave to the airport, it's been very nice to meet you, if you want here is the site I told you about where I type some stuff and make good money (I work from home): here it is

5:57 da tarde  
Blogger Sophiamar said...

Minha Querida Maria Mamede não tenho palavras para agradecer a tua simpatia e amabilidade.Muito obrigada! Um dia,passarei por aí para te dar o beijinho e o abraço que há tanto desejo e mereces.
Tem uma boa noite de poesia!

11:05 da tarde  
Blogger Bruxinhachellot said...

Um amor tranquilo e benfazejo. É tudo o que desejo.
Gostei do teu espaço.

Beijos de Sol e de Lua.

2:07 da manhã  
Blogger Sophiamar said...

Passei para agradecer a tua visita, desejar-te um bom domingo e deixar beijinhos.
Que as marés-vivas de Vermoim tenham começado bem.

Um abração!

9:04 da manhã  
Blogger Maria said...

Maria Mamede

Indiquei o teu poema intitulado É DE SILÊNCIO O NOME para o "PRÊMIO CANETA DE OURO – POESIAS 'IN BLOG' 2007", idealizado por ANDRÉ L. SOARES e RITA COSTA. Para conhecer as regras deste evento vê o link no meu blog. Participa, faz também as tuas indicações e, juntos, vamos construir um dos maiores eventos relacionados com a poesia, em blogs de idioma Português!

Um beijo

3:44 da tarde  
Blogger Jograis e Trovadores said...

A poesia que me apaixona é tão velha! E tão bonita!
Beijinho

5:30 da tarde  
Blogger O Profeta said...

Desprendem-se gotas do azul na água
O tempo continuará a existir
Ávida terra de assombro
Vacilantes passos no partir

Manhã submersa de neblinas
A noite teceu seu manto
A agua na sua eterna viagem
Cobriu a ilha de pranto


Bom domingo


Doce beijo

8:19 da tarde  
Blogger Moinante said...

" ...Subtil realça no seu focar
Destemidas sombras em agitação ..."

Votos de uma boa semana

10:12 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Bruxinha, bom dia deste lado do Atlântico!
Obrigada pela visita; também gostei do teu e hei-de voltar.

Beijo

Maria Mamede

11:27 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Maria; bom dia Amiga...
Agradeço teres escolhido o meu Poema; espero ser capaz de fazer tudo o que é necessário para entrar no "jogo"; depois te direi.

Um beijo enorme e boa semana.


Maria Mamede

11:30 da manhã  
Blogger Meg said...

A cada leitura um sentir, feito de passado e futuro.
E a ternura dum fogo lento, ardendo ainda...tranquilo, sereno...sem loucuras.
Beijinhos

5:33 da tarde  
Blogger margusta said...

Fos-te nomeado(a) para o PRÉMIO CANETA DE OURO - POESIAS "IN BLOG " 2007.
Passa pelo meu blog para conheceres as regras.

Um abraço cheio de amizade!
Margusta

8:04 da tarde  
Blogger margusta said...

Ah..voltei para dizer que lá está indicado qual foi o poema escolhido.

8:07 da tarde  
Blogger Bichodeconta said...

Que maravilha nestas palavras , nesta lição de amor que mesmo na idade mais avançada não deixará de ser amor, embora os nossos corações fiquem mais serenos.. MAS AINDA É CEDO PARA SERENAR MARIA.. Um beijinho muito grande..Ell

9:03 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Meg, benvinda Amiga!

Um beijo enorme e obrigada pela visita

Maria Mamede

6:11 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Ora seja muito bem vindo um Profeta a esta minha casa!
Obrigada pelo poema; já fui espreitar a sua casa e gostei.Hei-de voltar!


Abraço da
Maria Mamede

6:13 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá bom dia, Moinante!
Obrigada pela visita!!!
também lhe desejo belíssima semana

Abraço


Maria Mamede

6:14 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Margusta, bom dia!
Obrigada Amiga pela nomeação!
Irei ver a surpresa que me reservas.

Um beijo enorme e a amizade da

Maria Mamede

6:16 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Ell, bom dia; espero que tenham corrido bem as férias;
Obrigada pela visita e pelas palavras.

Um bejo de todas as cores da

Maria Mamede

6:17 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home