domingo, agosto 19, 2007

S/Título - (In NO CAIS DO TEMPO)

Quando amo
o meu amor é urgência
na granítica urgência da paisagem
e é fome e sede
e voragem
e prazer e dor
a um só tempo...
quando amo
eu quero esse momento
onde Vida e vida
são o todo
e quase não amo
doutro modo
nesse amor de fogo
com que amo...
e meu amor discreto
decoroso
não se manifesta
em exageros
em deslumbramento
apenas no toque
há sentimento
e no olhar
carícia desmedida...
depois
(tanto depois na minha vida)
no remanso da paisagem
seja ela qual for
é que me dou sem conta
sem medida
em doçura plena
a contraponto
interminável carícia
escondida
de olhares indiscretos
e ressaltam todos os afectos
nos puros instantes
da entrega...
e este amor urgência
é refrega
na plácida ternura
interminável;
e a rocha se abre
admirável
nessa beleza incontestável
dos corpos em cruz...
e do granito sai
urgente e bela
uma forma de anjo
ou de estrela
num indizível brilho
feito luz!...

Maria Mamede

50 Comments:

Blogger Maria said...

Querida Maria Mamede

Que beleza de poema tens aqui,
(...quando amo o meu amor é urgência...)
Podia ser um poema de quem apenas ama
(...quando amo eu quero esse momento...)
Mas é um poema de quem Ama, e Muito!
Adorei!

Beijinhos

11:24 da tarde  
Blogger D. Maria e o Coelhinho said...

É um lindo poema, mas neste momento o meu amor é somente espera...


Coelhinho

1:47 da manhã  
Blogger TMara said...

a tua escrita escorre por mim, como agua fresca da fonte. Desliza, escorre suave e leve. Destaco estes versos k amei particularmente:«do granito sai
urgente e bela
uma forma de anjo
ou de estrela»

bjs de luz epaz
e uma boa semana

12:35 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá minha querida maria, boa tarde!
Quando se ama AMANDO, é tudo assim!!!feito de coisas fortes; já vi que me entendes Amiga!

Beijos

maria Mamede

2:05 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá ao Coelhinho de D.Maria, como vai isso?!

De espera são todos os Amores, com mais ou menos frequência...

Obrigada pelas palavras.



Maria Mamede

2:07 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Minha linda Menina, boa tarde!
Fico feliz por teres gostado; seu que granito é contigo (principalmente) e comigo também...

Um beijo e obrigada pelo "passeio".

Maria Mamede

2:09 da tarde  
Blogger alexandrecastro said...

a sua escrita levou-me a uma leitura de sofreguidão...!
beleza de sentir!

2:31 da tarde  
Blogger TINTA PERMANENTE said...

Um dos mais reluzentes que li por estas bandas, amiga!
abraço.

4:23 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Alexandre, boa tarde!
Ainda bem; sina que gostou...e é tão bom saber que gostam da nosso poesia!!!

Abraço

Maria Mamede

4:45 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Meu querido Amigo T.P., que bom que aparece!!!
Espero que tenham sido boas as suas férias, pois não o tenho "visto", nem pelo seu Blog.
Mas quanto a este poema, na verdade há um brilhozito nele e nos olhos de quem o sente, acho!

Abraço

Maria Mamede

4:47 da tarde  
Blogger Sophiamar said...

Um poema magnífico! Mais um entre tantos de ímpar beleza.És fantástica no amor, sublime na amizade, grande na poesia. Num e noutro sentimentos, entregas-te sem conta nem medida.
A tua presença por aqui é um presente divino, amiga.
Continua.Obrigada!
Mil beijossssss

5:52 da tarde  
Blogger C Valente said...

Gostei, poema sentidocomo o amor é belo.
saudações amigas

6:35 da tarde  
Blogger Meg said...

... e é fome e sede/e voragem/e prazer e dor/a um só tempo...quando amo eu quero esse momento...

Amor sentido como absoluto.

Beijinhos

11:03 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá C.Valente, bom dia!
Obrigada pela passagem e comentário.
É realmente o Amor é Belo, mesmo quando sofrido!

Abraço

Maria Mamede

6:52 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

É Meg, todas as vezes que ele me bate à porta, sinto-o intensamente e a cada vez é "eterno ennquanto dura"!
Beijo
Maria Mamede

6:54 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Minha querrida Isabel, bom dia!!!

Que belas palavras me dizes, Amiga!
Obrigada por isso... a Amizade, embora empolgando o sentimento através de belas palavras, faz tão bem ao Ego!...
Beijos Amiga e votos de dia Feliz em Paz e Luz.

Maria Mamede

6:56 da manhã  
Blogger Waipu Carolina said...

Maria, Hola soy Carolina!! Cómo estas?
Leí todo el poema y entendí mucho, muy bello y profundo, lleno de puro amor maduro.

El que ama, siempre vive con más fuerza cada instante de la vida.

un abrazo

1:25 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Carolina querida, muy buenas tardes!
Gracias de venir a mi casa, Amiga!
Que bueno que te gustó.

Besos nena y hasta pronto!


Maria Mamede

5:03 da tarde  
Blogger Maria Faia said...

Lindíssimo Amiga.
Adorei.

Passa pelo Querubim pois, há lá algo para ti.

Beijo

6:56 da tarde  
Blogger Bichodeconta said...

Estou sem palavras , Parabéns Maria.. Um beijinho muito grande..

8:22 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Maria; bom dia Amiga!
É tão bom quando alguém se identifica com os sentires do Autor!...

A meu ver, é para isso que serve a Poesia!

Beijos

Maria Mamede

7:27 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Bem vinda D.Maria, mais o seu Coelhinho...

Creio que na maioria dos casos, por muito que se escreva sobre ele, o que mais nos dá é espera.
O resto, são apenas momentos!

Beijos

Maria Mamede

7:29 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

TMara, minha Amiga, bom dia!
Obrigada pelas tuas palavras; sabe tão bem que alguém da mesma "lavra" sinta escorrer sobre si as palavras do outro/a.

Beijos de Luz da

Maria Mamede

7:32 da manhã  
Blogger Naty said...

Olá que lindo poema de amor.Serve para alimentar meu coração carente .bom fim de semana
bjs naty

2:07 da tarde  
Blogger Victor Nogueira said...

Olá
Começas com uma certa «dureza», imobilidade, «rudeza mesmo». dadas pela referência ao granito, que bo entanto pode brilhar nas minúsculas partúculas da mica, e simultâneamente, com movimento que, após o silêncio e a calma, se abrem numa flor.
Gostei!
Bjo
VM

4:52 da tarde  
Blogger Victor Nogueira said...

... flor, ser vivo, que desprende simultâneamente um brilho maior que o do granito, e é simultâneamente dádiva completa, dado o signicado metafórico da flor.
Porque escrevoo muito,pouca gente me visita ou comenta. Tu és a rara excepção, que se recusa a colocar-se num trono à espera das mesuras como noutros sítios sucede, em círculo fechado
Bi-Bjo
VM

4:59 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Victor; sabes gosto muito de visitas, naturalmente, mas aprecio principalmente o que me dizem com sinceridade, seja isso elogio ou não...
E creio que na maioria dos casos, as pessoas que me visitam, dizem o que pensam de verdade!
E com isso fazem-me feliz!

Beijo e obrigada.
Maria Mamede

7:13 da tarde  
Blogger Maria P. said...

Assim é amar...

Um abraço*

7:18 da tarde  
Blogger david santos said...

Olá, Maria.
Neste momento só me resta concordar com o que já foi dito e, por minha parte, dizer que adorei este poema. Parabéns.

David Santos

7:52 da tarde  
Blogger Elza said...

Olá!!
Estou passando por aqui para dar meus parabéns
pela sua indicação, ao prêmio blog 5 estrelas!
Seu blog é muito original, parabéns 2x!
rsrs...
Bom fim de semana
=]

5:12 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Naty, obrigada pela passagem e pelas palavras.


Um beijo da


Maria Mamede

6:28 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Ell, bom dia!
Que bom que aparece e gosta;
é por isso que vale a pena escrever Poesia!

Beijo


Maria Mamede

6:58 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Maria P.; seja bem vinda!
Realmente Amar é isto e muito mais, para além das palavras, que às vezes são poucas para descrever!

Beijo e Obrigada pela visita.

Maria Mamede

6:59 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá David!
Obrigada pela visita e pela sua sensibilidade.


Abraço

Maria Mamede

7:00 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Elza, bem vinda!
Que bom receber visitas do outro lado do Atlântico!
Obrigada pela suas palavras e pela visita.Volte sempre; deixo a portinha encostada!...
Beijos e bom final de semana.

Maria Mamede

11:00 da manhã  
Anonymous carla granja said...

OLÁ MARIA ! OBRIGADO PELA VISITA ASSIM TMB TE FICO A CONHECER E HÁ TUA LINDA POESIA. SABES! QUANTO AO VIDEO K DEIXO EU O FIZ A PEDIDO DE VÁRIAS PESSOAS POIS COMO TU EU TMB NÃO O CONHECIA E SEI K MUITAS OUTRAS NÃO O CONHECIAM E ACHO K PESSOAS COMO O GRÉGORY SÃO PESSOAS K MERECEM SER CONHECIDA PELA SUA BONDADE E A SUA VOZ DE ANJO COMO ERA CHAMADO NA FRANÇA. TE DIGO, NÃO SOU APRECIADORA DE MUSICA FRANCESA A MINHA IRMÃ TROUXE O DVD DELE PARA EU VÊR E LEVEI DIAS PARA PÔR O DVD E VÊ-LO E KUANDO O FIZ E OUVI ESTA VOZ FIQUEI SEM PALAVRAS E PENSEI: TENHO K FAZER ALGO,TENHO K DAR A CONHECER ESTA VOZ ,ESTE SER HUMANO K POR AKI ANDOU E TANTO SOFREU DERIVADO Á SUA DOENÇA E POR ISSO DEIXO O VIDEO E EXPLICO O K LHE ACONTECEU. OBRIGADO POR TERES GOSTADO. BJO E UM BOM FIM DE SEMANA PARA TI .
BJ
CARLA GRANJA

12:14 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Boa tarde Carla; também agradeço a sua visita.
Volte sempre que queira; o portãozito ficará aberto!

Abraço

Maria Mamede

4:47 da tarde  
Blogger eremita said...

Que poeta vim aqui encontrar.
Há por aqui, nesta auto-estrada afinal não tão virtual, espaços de beleza e magia.
Fraterno abraço e bom fim-de-semana

8:52 da tarde  
Blogger João Filipe Ferreira said...

eu e pedro lopes do site www.luso-poemas.net estamos a pensar fazer uma antologia 100 autores, 100 poemas pela ecopy. Neste projecto cada autor participa com 1 texto. O unico custo que terá é comprar 1 livro, ou seja terá o preço de 12 euros. é um livro que pode estar em qlq loja que qualquer autor arranje para além das muitas lojas onde está presente, pensei em o convidar, se quiser será um prazer:)
resposta: pedro_lopes777@hotmail.com

grande abraço

9:42 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Eremita, boa noite!
Agradeço a sua passagem e as suas palavras.



Um abraço

Maria Mamede

9:53 da tarde  
Blogger a.filoxera said...

Olá, Maria. Lindo, como sempre...
Aproveito a oportunidade para perguntar como se faz para que a nossa assintaura apareça acompanhada por uma imagem, como a aliança entre "De A mor e de Terra" e a imagem da borboleta.
Beijos.

12:15 da manhã  
Blogger De Amor e de Terra said...

Minha querida A.Filoxera, bom dia!
Obrigada por ter vindo. Quanto à sua pergunta, para mim a resposta é impossível...não percebo nada destas coisas; eu tenho essa imagem, porque um Amigo fez o favor de vir até cá, no início do meu Blog e colocou-a; caso contário, continuaria sem nada.
Por isso é que a minha poesia aparece sempre sem qualquer imagem
e/ou música.
Beijos Amiga e bom domingo.

Maria Mamede

PS.:-Há dois Amigos (um e uma) a quem poderá dirigir-se...
A Menina-Marota, cuja ajuda, noutras pequenas coisas de que sou capaz, tem sido pra mim precioso
e o Zé Gomes, meu Amigo, quase Irmão do Chuviscos; tenho a certeza que quer um, quer outro a poderão ajudar e que o farão de bom grado. Além disso, se ainda não conhece os seus Blogs, é uma boa maneira de o fazer.
Beijos
M.M.

8:41 da manhã  
Blogger Waipu Carolina said...

Hola Maria, vi un bello poema tuyo en el blog ne nuestra amiga en común Izelda!! te felicito!! estás de vacaciones?

beijinhos e uma boa semana

11:29 da manhã  
Blogger Jograis e Trovadores said...

O meu amor é fome, é sede, é ânsia de viver, é sofreguidão de amar.
Beijinhos

12:46 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Hola Carolina, buenas tardes nena, como vás?
Gracias por la informacion; he ya visto el Blog de Izelda que no conocia; me ha gustado, pero volveré para leer mas; de esta vez he solamente agradecido.

Besos para tí Carolina e gracias una vez mas.
Maria Mamede

5:54 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá João Filipe, boa tarde; agradeço o convite, mas neste momento estou já comprometida com outras edições e outras editoras.

Um abraço e felicidades.

Maria Mamede

5:59 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Jograis e Trovadores, boa tarde; obrigada pela visita.

...Então, já temos muito em comum...

Abraço

Maria Mamede

6:01 da tarde  
Blogger João Filipe Ferreira said...

eu e pedro lopes do site www.luso-poemas.net estamos a pensar fazer uma antologia 100 autores, 100 poemas pela ecopy. Neste projecto cada autor participa com 1 texto. O unico custo que terá é comprar 1 livro, ou seja terá o preço de 12 euros. é um livro que pode estar em qlq loja que qualquer autor arranje para além das muitas lojas onde está presente, pensei em a convidar, se quiser será um prazer:)
pode responder para pedro_lopes777@hotmail.com
beijinho

11:52 da manhã  
Blogger Maria Faia said...

Querida Amiga,

Deixei um miminho para ti no Querubim.

Beijinho

1:19 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Olá Maria Faia; Obrigada Amiga pela distinção.

Um beijo de Luz da

Maria Mamede

3:14 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home