quarta-feira, fevereiro 04, 2009

POSES

De pé
como uma árvore
ou um desejo
no silêncio das noites
sem sossego
de pé
no sonho
a que me apego
de pé na alma
sou no entanto
um barco na corrente
horizontal e crente
que o amor é luz
e que a viagem
não finda na paisagem
da chegada.
De pé
qual pórtico antigo
resto de borrascas colossais
e ao mesmo tempo
regato languescente
a deslisar
ciente
de que não volta mais!...


Maria Mamede

13 Comments:

Blogger Maria said...

"De pé, como deve estar quem é"...
Lembraste-me o Ary...
Belo este poema, querida Maria. De pé no sonho, é assim que devemos estar.

Um beijo

7:33 da tarde  
Blogger Paula Raposo said...

Sempre de pé!! Muitos beijos por mais este lindo poema!

9:13 da tarde  
Blogger O Profeta said...

Anseios pintados em sublimes metáforas...


Doce beijo

5:04 da tarde  
Blogger MPereira said...

Este comentário foi removido pelo autor.

9:01 da tarde  
Blogger Graça Pires said...

De pé como as árvores e os sonhos...
Também me lembrei do Ary...
Um beijo.

11:00 da manhã  
Blogger Licínia Quitério said...

De pé como as colunas dos templos.

Um beijo.

7:20 da tarde  
Blogger DE-PROPOSITO said...

a deslisar
-----------
Um deslizar de sonhos, até que algum pára, e se concretiza.
Fica bem.
E a felicidade pertinho de ti.
Manuel

9:36 da manhã  
Blogger Lmatta said...

lindo poema parabéns
gostei muito
beijos

7:35 da tarde  
Blogger contracena said...

Olá Maria Mamede.
Que dizer?
Mais um belo poema como todos os outros, transmindo sempre tanto.

Um beijo.

12:11 da manhã  
Blogger Filoxera said...

Não volta, mas vai percorrendo o seu trilho...
Beijos.

11:05 da tarde  
Blogger Teresa David said...

Mesmo que a vida nos tente derrubar deveremos mantermo-nos erguidos, como tão bem o seu poema mostra.
Bjs
TD

10:04 da tarde  
Blogger O Profeta said...

Construí um abrigo no deserto da emoção
Os vales são as ruas de um Deus
Fecha-se a alegria da terra
Um último olhar de amor, solto dos olhos teus

Na noite tudo se perde
Mora a sombra, o desvario
A indomável vontade do amor
Tem a força de um Rio


Bom fim de semana


Mágico beijo

5:39 da tarde  
Blogger margusta said...

Mais um poema Maravilhoso!...

Um beijo meu!

10:59 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home