sexta-feira, outubro 06, 2006

DO SONHO

Do sonho
Apenas o momento
Basta...
Do resto faremos
Mais além
O sonho
Outra vez
Que nos arrasta
A fazer
O que nunca
Ninguém fez...
Do sonho
Apenas suavidade
E beleza
Cambraias, musselinas
Leveza
Igualdade
Sem deslizes
No ser e no sentir
E nada mais...
Tudo é permitido
Se sonhamos
E é no sonho
Em que nos damos
Que somos felizes
E iguais!...

Maria Mamede

12 Comments:

Blogger alfazema said...

Bonito Poema Maria! Que será do homem quando perder a capacidade de sonhar, quando deixar de poder construir os castelos nas nuvens,voar bem alto no firmamento e limitar-se a uma vida triste e monótona onde não há lugar para a criatividade,a ousadia, a magia da arte de saber sonhar.
Beijinhos

10:18 da tarde  
Blogger Velutha said...

"Tudo é permitido
Se sonhamos
E é no sonho
Em que nos damos
Que somos felizes
E iguais!..."

O sonho é a outra metade de nós. É a paleta de cores que dá outra dimensão à vida, é o pulmão da nossa alma a respirar fantasia.
Beijo

10:30 da tarde  
Blogger Licínia Quitério said...

São sempre sonhados os teus regressos.
Beijos e obrigada, Maria.

10:03 da manhã  
Blogger AS said...

O momento do sonho pode ser a eternidade!...

Belo Poema!....

Um grande abraço...

3:12 da tarde  
Blogger alfazema said...

Maria
Tenho lido os teus blogs com muito interesse. Quando entrei nestas andanças não tinha o hábito de ler poesia e , talvez por isso, não era um género literário que muito apreciasse. Tinha , tal como todos nós, alguns poetas de referência mas, a certa altura, comecei a ler blogs de poesia e , surpresa das surpresas, para mim, comecei a gostar de ler os poemas que andam na blogosfera. Os teus blogs têm poemas que me fascinaram logo.
Gostava de te escrever mas não encontrei o teu email pelo que te peço, se não vires inconveniente nisso, que mo mandes para: alfa-zema@hotmail.com
Um beijo pela tua simpatia e presença no meu blog

4:24 da tarde  
Blogger Teresa David said...

Os sonhos movem a vida, e quantas vezes é através deles que conseguimos alcançar a nossa plenitude humana.
Bonito poema
Bjs
TD

11:55 da manhã  
Blogger TMara said...

e este doce respirar em k as palavras se murmuram e consubstanciam mundos.
Bj.
Luz e paz ao teu redor e em teu caminhar

4:05 da tarde  
Blogger Marco Martins said...

Lindo e verdadeiro... O mundo dos sonhos é um mundo completamente diferente da realidade, tal como já escrevi algo acerca disso, gostei bastante... Obrigado :) Beijo

6:40 da tarde  
Blogger De Amor e de Terra said...

Minhas Amigas, boa noite.
Que bom que gostaram deste Poema.
A Poesia que para mim é "Alimento", tem sempre o Sonho como "condimento"; daí a minha Alegria por ver que em todas vós existe a mesma "doença".

Recebam beijos da
Maria Mamede

8:01 da tarde  
Anonymous Jofre Alves said...

Passei para ver esta agradável e sempre interessante página, onde me delicio nesta madrugada, e também para desejar bom fim-de-semana. Parabéns pelo bonito poema.

5:33 da manhã  
Blogger amita I said...

Que lindo, Maria!
A suavidade da tua poesia torna o sonho muito mais belo.
Não deixemos nunca de sonhar!
Um bjinho grande com muita saudade e um bom fim-de-semana

6:33 da tarde  
Blogger mfc said...

O sonho é sempre um espaço de liberdade.

12:45 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home