domingo, fevereiro 24, 2008

Olá a todos!

Finalmene convosco, depois duma luta insana para "dar cabo" dum virus muito resistente que me infernizou a vida...

Por este feito, agradeço publicamente ao meu querido Amigo Tiago Gomes, que foi o "médico" certo para tamanha "doença" informática.

Posto isto, tenho somente de pedir desculpas a todos/as que me visitaram e visitam, aos/às, quais obviamente não pude responder, com medo de propagar aquela praga.

Mas agora, estou de novo pronta a, de acordo com o tempo disponível, ir pondo em dia respostas a comentários a posts, bem como a emails, ainda que devagarinho...

OBRIGADA e BEIJOS!!!

Maria Mamede


E, durante esta espera ansiosa e desgastante, foram nascendo alguns poemas, um dos quais vos
deixo a seguir.


TRANSITORIEDADE


Em mim, tudo é transitório!
Tempo, fados, curvas do caminho
perene, o amor esse ilusório
movimento, em vagas de carinho.

E os dias, vão e vêm, ardente sarça
com quedas e subidas ancestrais
e o corpo, qual tecido que se esgarça
dilui-se pelas esferas siderais...

porém a alma, harpejo divinal
no difícil caminho ensolarado
no musical poema d'ascensão

só ascende em voo vertical
depois de o corpo já deixado
regressar de novo ao pó do chão!...



Maria Mamede

34 Comments:

Blogger Maria said...

Que bom estares de volta, Maria Mamede...
Espero que totalmente recuperada....

Excelente o soneto com que nos presenteias...
Beijos, continuação de melhoras

3:54 da manhã  
Blogger Suave Toque said...

Minha querida, estava com saudades, sinto tua falta, fico feliz que esteja de volta e que esteja bem. Obrigada por ter ido a minha casa, será sempre minha amiga borboletinha.

Beijo grande e um otima semana.

Elcia Belluci

10:46 da manhã  
Blogger Gerlane said...

E que vivas e vivam teus belos e expressivos poemas, amiga!


Beijos pra ti!

5:47 da tarde  
Blogger wind said...

Lindo!:)
Beijos

7:49 da tarde  
Blogger Bichodeconta said...

Bravo, finalmente temos de novo a tua presença e os lindos poemas com que sempre nos delicias.. Também estou com um virus, pior é que para além do pc estar a desligar constantemente, está lento e temos medo de o propagar.. No antivirus que estamos a usar diz que é um ficheiro recebido e não ser perigoso, mas um destes dias vou ter de me separar do pc..comfesso que vou sentir a falta, espero que esses dias sejam produtivos como foram os teus..um beijinho, ell

9:20 da tarde  
Blogger Rui Caetano said...

Um poema com imensa profundidade. Uma boa semana.

10:08 da tarde  
Blogger Sophiamar said...

Felicito o teu regresso, Maria!
A saudade era grande. Fazes-nos falta, faz-nos falta a tua poesia, fazem-nos falta estas palavras. A tua presença é-nos imprescindível.

Beijinhossss

10:43 da tarde  
Blogger Carminda Pinho said...

Grande ausência...
Voltou a amiga e, os lindos poemas que aqui nos oferece.

Beijinhos

5:32 da manhã  
Blogger Filoxera said...

Que bom estares de volta.
Não só porque já estava preocupada, mas também porqeu assim podems colher aqui, diariamente, um pedacinho de beleza.
Beijos.

11:51 da manhã  
Blogger Graça Pires said...

regressar de novo ao pó do chão.
Regressar de novo aqui, a este espaço, onde gosto de parar.
Um beijo.

6:48 da tarde  
Blogger Paula Raposo said...

Ando distraída. Nunca me tinha apercebido qual era o teu blog e nunca sabia como agradecer-te o leres em Vermoim os poemas que eu vou mandando!! Eu gosto muito de te ler Maria Mamede!! Muitos beijos.

1:10 da tarde  
Blogger eremita said...

como diz o ditado: há males que vêm por bem.
O vírus impossibilitou navegar, deixou mais tempoo para pensar, olhar, sentir e escrever.
Obrigado pelo maravilhoso pomea que partilha connosco.
Fraterno abraço

2:00 da tarde  
Blogger TINTA PERMANENTE said...

Mesmo informaticamente falando, a saúde, é, por delicada, também sujeita aos malefícios da transitoriedade...
Para essa, talvez, à velha maneira cuidados e canja de galinha...; para as palavras, para essas, a saudade que já era imensa!...

Abraços!

4:41 da tarde  
Blogger Suave Toque said...

Olá minha amiga borboleta, obrigada pela visita e as palavras de carinho lá deixadas,é atraves dos amigos que recebemos força para nosso dia a dia.
Obrigada.
Beijos de carinho.

7:50 da tarde  
Blogger Templo do Giraldo said...

Esperoi que estejas melhor e que esteja tudo bem contigo.

Se quiseres passa por o meu também.

http://templodogiraldo.blogspot.com/

Passem por aqui.

SAUDAÇÕES.

8:29 da tarde  
Blogger tufa tau said...

.
leva-me no voo que meus pés não têm mais caminho
todos os que percorro a pele me queimam
até os sonham já comigo não se deitam
se eu subir aos céus encontrarei um ninho

10:32 da tarde  
Blogger ayshynek said...

Bem para além de ainda ser iniciante pelo teu Blog, dei uma olhadela pelos poemas anteriores. Li-os assim na vertical, mas dei mais enfase a este, como seria lógico!
Antes de mais dou-te as boas vindas que ao Mundo Blogguer, quer ao meu humilde e recente espaço.
Em relação ao poema que escreves-te digo "Até a vida é transitória, num dia vida noutro morte"

Bjo e Obrigado :)

12:28 da manhã  
Blogger O Profeta said...

Nos umbrais do pensamento
Mora o desejo no limite da razão
Roubando os segredos do corpo
Lançando ao vento a emoção

Uma rosa breve guarda a beleza
O amor é orvalho de feliz pranto
O horizonte é o começo do infinito
A chegada de uma onda é alegro canto

Convido-te a sentir o beijo da chuva


Mágico beijo

12:49 da tarde  
Blogger Waipu Carolina said...

Hola Maria!
Es lindo volver a leerte!
un besote

7:18 da tarde  
Blogger Meg said...

Maria, hoje só venho dizer-te que estou feliz por te ter de volta.
Amanhã venho ler e "sentir" o teu poema.
Beijinhos

11:16 da tarde  
Blogger T S said...

adorei seu blog
convido vc para atrevessar a fronteira e fazer parte da lusitana ilusao
espero que goste
ts

1:03 da manhã  
Blogger Entre linhas... said...

A tua presença é sempre muito gratificante,gostei muito do poema,sublime e muito expressivo.
Bom fim de semana
Bjs Zita

10:41 da manhã  
Blogger Ed. G said...

Tudo é transitório;o nascer, o crescer, o viver, o amar e até o padecer.
As suas palavras são parte do celestial na terra.

Lindo Poema.

Bjs, Ed. G

11:47 da manhã  
Blogger Suave Toque said...

Adormeci, sonhei...
Um anjo me acompanhava...
Eum suas mãos segurava.
Nada me feria...
Nem mesmo o fim do dia,
Onde o sol se escondia...
Trazendo a noite fria...
Em teus braços me aquecia,
O cheiro da noite no ar...
A brisa de além mar.
O anjo me despertou...
A noite findou...
Acordei do meu sonhar.
O anjo se foi...
Sou criança...sou mulher
Por querer somente amar.

Um feliz final de semana,
Beijos de carinho.
Elcia Belluci

12:10 da tarde  
Blogger Betty Branco Martins said...

olá__________Maria



vim conhecer a tua "casa"____________e gostei muito


ou____________seja






rendida______à tua





poesia_______[...]









voltarei se não te importares:))








beijO c/ carinhO

1:56 da tarde  
Blogger Vieira Calado said...

Ora vê, como por vezes,
há males que vêm por bem.
Não fora «o bicho» e não teria escrito este esbelto e interessante poema!
Beijinhos

4:25 da tarde  
Blogger lua prateada said...

Não chore, porque chorar é sofrer.
Não sofra, porque sofrer é perder.
Não perca, porque perder é morrer.
Só ame, porque amar é viver.
E viver é amanhecer neste fim de semana, com alegria, amor, magia ...
Feliz fim de semana
Beijinho prateado com carinho
SOL

11:41 da tarde  
Blogger MADRUGADA... said...

As suas palavras alimentam os olhos de quem as lê...!

Lentamente, palavra, após palavra... os meus braços são pouco fundos para atingir o alcance das mesmas!

Talvez, talvez um dia lentamente a água seja a minha semelança, aquando os meus olhos profundos morram na lembrança de tão brilhantes palavras pintadas soletrando letra a letra...

para quem as lê...!

Linda, e cara
Maria,
Linda... e cara Maria.

Cumprimentos

4:08 da manhã  
Blogger MADRUGADA... said...

(desculpe as gaffes...!)

4:11 da manhã  
Blogger Kalinka said...

...Demorei, mas hoje cá estou, vim agradecer sua presença nos meus dias...É bom ter seu feedback.

LINDO POEMA.
SIMPLES E BELO.

Mar – sempre presente na minha Vida;
Não consigo estar junto dele, sem fotografar,
Captar imagens fabulosas
Céu, horizonte, vento, ar
Elementos indispensáveis para me sentir bem
Mais 2 imagens de minha autoria
Para juntar às lindas palavras de Paulo Leminsky

Bom Domingo.
Beijinho.

2:02 da tarde  
Blogger Suave Toque said...

Oláminha amiga, vim dar-te umbom dia e desejar-te uma boa semana.
Beijos de carinho

Elcia Belluci

11:50 da manhã  
Blogger Meg said...

Hoje passo por aqui... em silêncio, porque é dia morder as palavras e engolir os sentires.

Bjs para ti, Maria Mamede!

12:28 da tarde  
Blogger TINTA PERMANENTE said...

Passei por aqui e... está tudo bem?!...


abraços!

7:03 da tarde  
Blogger leonor costa said...

Na vida tudo é transitório.

Beijinhos


HOJE E AMANHÃ

11:01 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home