sábado, maio 03, 2008

DA NOITE E DA CANÇÃO

Da noite e da canção me chega a hora
de cobrir a noite de navios
daqueles que se vão pla barra fora
e que me navegam, como em rios...

da noite e da canção, da dor no peito
ó vida minha que estranho langor
que não é qualidade nem defeito
que não é ódio, nem será amor...

talvez seja apenas sentimento
de dor e de prazer e seu contento
num acto impensado ou sem verdade;

talvez estrela, talvez um ser celeste
talvez a vida que ao gerar, m' empreste
a doce sensação de felicidade!...


Maria Mamede

27 Comments:

Blogger Maria said...

Que posso dizer que ainda não tenha dito?
Corro o risco de me repetir, e digo que é mais um soneto excelente...

Muito obrigada, Maria Mamede.
Beijinhos

2:03 da manhã  
Blogger Tiago' said...

Today i have f i f t e e n ! passa pelo meu cantinho ;)

Tiago'

O teu poema está espetacular, assim como todos os outros!

3:12 da tarde  
Blogger Graça Pires said...

Um soneto que é apenas sentimento. Talvez. Um beijo.

3:23 da tarde  
Blogger Filoxera said...

Um sonteo que, ao referir o gerar da vida, nos remete para o amor de mãe, hoje comemorado.
Como sempre, lindo.
Um beijo.

6:30 da tarde  
Blogger tufa tau said...

em boa hora te chegou a hora

abraço

10:28 da manhã  
Blogger Gerlane said...

Sentimentos que navegam em navios e nas ondas das variações dos afetos.

Muito bom!

Beijos pra ti!

7:29 da tarde  
Blogger Multiolhares said...

A hora chega mesmo sem saber
Traz a brisa leve
Estrela da manhã
Alegre alvorecer
beijinhos

9:41 da tarde  
Blogger Filoxera said...

Que bom, sentir a tua proximidade, amiga.
Espero que estejas bem.
Um abraço e um beijo amigos.

11:33 da tarde  
Blogger Entre linhas... said...

Embora já tardiamente deixo o meu cunho pessoal.
Palavras tão dignas e tão próximas da realidade.
Obriga amiga.
Bjs Zita

1:07 da tarde  
Blogger a casa da mariquinhas said...

Um poema com a qualidade habitual, ou seja "Muito bom" !
Tenho passado mais vezes, sem tempo para comentar, apenas para me deliciar.
Hoje, com um pouquito mais de tempo, tenho que dizer - este é particularmente belo! Parabéns.
Bom Fim de Semana.
Beijinhos
Mariazita

6:37 da tarde  
Blogger Arte & Criação said...

Olá!

Chamo-me Daniela e gostava de apresentar o meu blog com peças feitas por mim.

www.art-and-creation.blogspot.com

Muito obrigada! =)

4:04 da tarde  
Blogger meg said...

Hoje estou sem palavras minhas, porque...
ó vida minha que estranho langor
[...]
talvez seja apenas sentimento
de dor e de prazer e seu contento
num acto impensado ou sem verdade;
Um abraço

6:14 da tarde  
Blogger Sophiamar said...

Maria Mamede

A poesia a fluir, a soltar-se, a criar vida em nós. Belo soneto!

Beijinhossss

12:14 da manhã  
Blogger Belisa said...

Olá!

Já vai há algum tempo
Que por aqui não passava!
Sempre no pensamento
Ver quando aqui voltava!

Foi hoje e depois de ler as belas poesias deixo muitos beijos estrelados

10:53 da tarde  
Blogger meg said...

Maria Mamede,

Não sei quando passei cá, mas foi há décadas com certeza...
Espero, como sempre, que estejas bem.
Um abraço cheio de ternura

5:47 da tarde  
Blogger Maria Faia said...

Querida Amiga,

venho deixar-te umas notas de Amizade e, com elas um beijo amigo e fraterno, com votos de um excelente Fim de Semana.

Maria Faia

11:23 da tarde  
Blogger Belisa said...

Olá

Desejo tudo de bom, felicidades e
deixo beijos estrelados

5:11 da tarde  
Blogger Vieira Calado said...

Sem dúvida um belo soneto!
Cumprimentos

10:55 da tarde  
Blogger Suave Toque said...

Minha amiga borboleta nunca mais me visitou.

"Irradie sempre sua luz em todas as direções, ela encontrará muitos corações necessitados onde germinarão sementes de AMOR e PAZ."

Passo aqui para desejar um ótimo final de semana.

Beijos

Suave Toque

8:10 da tarde  
Blogger david santos said...

Um bom soneto, Maria!
Felicidades

12:52 da manhã  
Blogger Estrela do Sul said...

Lindo poema, amiguinha.

Um amigo sempre
para você não ficar triste


Um lindo fim de semana

Bjinho amigo

Mario Rodrigues

12:13 da manhã  
Blogger meg said...

Maria M.

Que estejas bem! Que mais posso dizer, se essa é a minha preocupação?

Um grande abraço

8:12 da tarde  
Blogger Lumife said...

Depois de ler este belo soneto venho apresentar os Parabéns pelo aniversário que cumpre hoje.
Votos de muitas felicidades.
Que continue a dar-nos o prazer dos seus escritos.

Beijos

12:32 da manhã  
Blogger Belisa said...

Olá
Espero que esteja tudo bem.
Vim deliciar-me a ler e que mais posso dizer...que não sei comentar poesia...e que este soneto é lindo!
Beijinhos estrelados

2:21 da tarde  
Blogger Belisa said...

Olá
Espero que esteja tudo bem.
Vim deliciar-me a ler e que mais posso dizer...que não sei comentar poesia...e que este soneto é lindo!
Beijinhos estrelados

3:15 da tarde  
Blogger Estrela do Sul said...

O melhor na Amizade...
é que podemos não concordar com tudo,
mas continuamos sempre amigos.

Uma optima semana

Bjinho amigo

Mario Rodrigues

http://toquedeestrela.blogspot.com
http://sensualidadeemletras.blogspot.com

2:01 da manhã  
Blogger Patrícia said...

Adorei este poema! É realmente fabuloso!
Eu também escrevo poesia. Se quiseres dar uma vista de olhos: www.estradadaspalavras.blogspot.com. Será um prazer receber a tua visita!
Beijinhos
Bom fim-de-semana :)

9:04 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home