quinta-feira, setembro 30, 2010

POEMAS DE OUTONO

Poemas soltos
ao vento
como cabelos
na brisa
como folhas
no Outono
como a água
que desliza
mansa
depois da enxurrada
como a nuvem
que é levada
a correr o céu
sem fim
como a onda
estonteada
no vaivém
contra os penedos
como dentro em mim
os medos
de te perder
vida minha
como a morte
se avizinha
quando for
chegada a hora
serenamente
bailando
e passando
e levando
meu corpo inerte
levando
como a alma
caminhando
e leve
flutuando
como cabelos
na brisa
como poemas ao vento
como a água
que desliza!...

Maria Mamede

10 Comments:

Blogger Maria said...

Cada dia que passa é um dia em que nos aproximamos mais da morte. Que faz parte da vida. Vamos vivê-la, enquanto dura? Da melhor maneira possível...
Ai, esta nostalgia de Outono...

Beijos, Maria Mamede.

5:43 da tarde  
Blogger Fa menor said...

Leve
levemente
deslizando
no Outono
os poemas
como cabelos
na brisa...
assim desliza
também o pensamento
ao vento

gostei de ler!

bjos

3:54 da tarde  
Blogger Sofá Amarelo said...

A água desliza na brisa do vento, levando os poemas soltos nas folhas de Outono... lindo!

Gostei de regressar e de constatar que a beleza continua por aqui.

Muitos beijinhos!!!

2:59 da manhã  
Blogger © Piedade Araújo Sol said...

acho que o Outono inspira os Poetas.

belissimo poema MM.

um beij

4:22 da tarde  
Blogger Filoxera said...

Enquanto vivemos, que saibamos deixar-nos deslizar como a tal núvem no céu. Com a diferença de o fazermos com vida. Com todo o nosso sentir, com toda a emoção.
Beijinhos.

5:21 da tarde  
Blogger Graça Pires said...

Outono: um grito de águas súbitas nas pequenas coisas...
Beijos.

10:07 da manhã  
Blogger Aquarela said...

Maria,
Os seus poemas atravessam todas as estações... no Outono chegam-nos com o vento, no Inverno com a chama das lareiras onde nos aquecemos, na Primavera com o perfume das flores onde a esperança nasce...
reproduzem-se em palavras douradas,revitalizantes...
como o sol de verão.

Os seus poemas tão intemporais como infinitos... tal como a própria vida!

Beijo grande
claudia

8:57 da tarde  
Blogger Lmatta said...

como sempre lindo
beijos

4:45 da tarde  
Blogger avlisjota said...

Na poesia como na vida...

Lindo poema!

Maria, agradeço-lhe mais uma vez o convite e espero não ter desiludido.
Faço-lhe também um convite para a inauguração da minha exposição de pintura, no próximo sábado pelas
16.30h no clube literário

Bj e boa semana!

José

10:09 da tarde  
Blogger Fluzão Eterno said...

Tenho um blog sobre curiosidades e gostaria de saber de você se haveria a possibilidade de você me ajudar
colocando o link do meu blog no seu e eu faria o mesmo com o seu,meu nome é Luciano e sou Bombeiro Militar
no Rio de Janeiro,
parabéns pelo trabalho que vem fazendo com seu blog e fico aguardadando sua resposta

Curiosidades
http://centraldascuriosidade.blogspot.com/

Tenho um blog também sobre bombeiros
Vida de bombeiro
http://www.heroisdavida.blogspot.com/

Mensagens e poemas:
Mensagens
http://centraldoamorvirtual.blogspot.com/

Meu time de coração,Fluminense:
Fluzão
http://fluzaoeterno.blogspot.com/

Visite os meus blogs e veja se pode me ajudar colocando o link de algum deles no seu,um abração

Caso tenha interesse entre em contato comigo pelo email lmturl@gmail.com,mandando mensagem em qualquer blog meu
ou pelo orkut http://www.orkut.com.br/Main#Profile?rl=ls&uid=5076013500225631247

MSN; bombeiro_dorio@hotmail.com

6:28 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home