quarta-feira, junho 01, 2011

ANIVERSÁRIO

Faz tantos anos Mãe
tantos
que grávida de sonho
acalentaste a vida
no teu ventre
e se acaso este “hoje”
fosse “sempre”
como eu queria
poder voltar
em ti!
Faz tantos anos Mãe!
E eu nunca vi
ninguém
que dar amor
tão bem soubesse
e mais que todos
o amor merecesse
e tão pouco tivesse
ó minha Mãe!...

Maria Mamede

4 Comments:

Blogger Isamar said...

Belo e comovente poema, querida amiga.Dessa fonte jorram lindos poemas, dos mais bonitos, quanto a mim,que leio de poetas contemporâneos. Bem-hajas!
Não há amor maior que o de mãe.Ímpar, incondicional,desinteressado, repleto de ternura. Perdê-la não deia ser "permitido" porque todos nós sabemos quanta falta ela nos faz para a vida.Fonte de ensinamentos, atenta e cuidadosa para com os seus filhos dela diz o povo " uma mãe é para cem filhos mas cem filhos não são para uma mãe".
Beijinhossss

8:57 da manhã  
Blogger © Piedade Araújo Sol said...

comoveu-me.

um belo poema dedicado à mãe.

um beij

1:52 da tarde  
Blogger Graça Pires said...

Comovente este poema, principalmente porque sinto tanto a falta da minha mãe... Sim, elas dão tudo o que podem e sabem. E não há amor como o delas.
Um beijo, amiga.

1:04 da tarde  
Blogger Filoxera said...

Lindo, feito de amor e ternura.
Beijinhos.

3:30 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home