quarta-feira, junho 08, 2011

In "A INCOERÊNCIA DO SONHO"

As palavras ditas
meu amor
antes sonhadas
foram em mim
aprisionadas
pr ’ás gerar depois
e dar à vida…
palavras como mãos
e acariciam
palavras como voz
e que ciciam
a canção de embalar
jamais ouvida!

Maria Mamede

9 Comments:

Blogger uhooi said...

Very nice this blog!!
visit our blog at http://uhooi.blogspot.com/

9:24 da manhã  
Blogger Filoxera said...

A sinceridade em poema...
Beijinhos.

3:49 da tarde  
Blogger Isamar said...

É um privilégio ter entre os amigos da blogosfera quem assim exprime a vida e todas as suas sensações/emoções. Lindo! Comovente! Realista! Simples mas tão difícil de fazer ao mesmo tempo.
Trouxeste-me à memória um poema de Eugénio de Andrade tammbém sobre as palavras e que eu mandava tantas vezes ler e interpretar.
Bem-hajas, minha querida!

Beijinhossss

9:31 da manhã  
Blogger Pena said...

Sublime Poetiza Amiga:
"...e dar à vida…
palavras como mãos
e acariciam
palavras como voz
e que ciciam
a canção de embalar
jamais ouvida!..."

Um delicioso e fabuloso poema de amor.
Escreve com uma forma livre, aberta e partilhada. De deslumbre.
E, isso, encanta e fascina.
Extraordinário poema que revela uma senssibilidade maravilhosa e fantástica. Mágica.
Bem-Haja, pela amizade.
Abraço amigo pela sua magia poética literária de sonho.
Sempre a admirá-la

pena

MUITO OBRIGADO pela sua pureza amiga.
É notável ao que dá vida e aos seus sonhos.
Parabéns.
Adorei, bem como, o seu talento gigantesco em tudo que faz e é.
Bem-Haja, poetiza amiga.

11:10 da manhã  
Blogger © Piedade Araújo Sol said...

uma canção de embalar "sentida" talvez por isso não ouvida.

gostei!

beij

5:47 da tarde  
Blogger elvira carvalho said...

As palavras dão vida aos sonhos e aos sentimentos.
Um abraço e uma boa semana

11:46 da tarde  
Blogger Graça Pires said...

"palavras como mãos
e acariciam
palavras como voz
e que ciciam
a canção de embalar
jamais ouvida"
Uma beleza!
Um beijo.

12:06 da tarde  
Blogger Carlos Ramos said...

Palavras com coração....pão.

5:37 da tarde  
Blogger AnaMar (pseudónimo) said...

palavras que o vento não leva
leve carícia de sonho

9:29 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home