domingo, maio 31, 2009

NÃO IMPORTA...

Não importa se és tu
a minha Alma Gémea
que há tanto procuro...
não importa
se meu coração
se confunde
de tanto esperar
essa, que me completa...
importa somente
que sejas quem fores
chegas na brisa dum desejo
e és bem-vindo
nos versos que te faço!...



Maria Mamede

21 Comments:

Blogger Paula Raposo said...

Um poema que muito bem expressa o que eu sinto! Beijos.

12:00 da tarde  
Blogger Maria said...

Lindo, Maria!

Beijos

12:01 da tarde  
Blogger Graça Pires said...

O que importa mesmo é o desejo...
Um beijo.

6:27 da tarde  
Blogger Contracena said...

em contracena... :)
Bem-vindo sejas, meu amor...!

Beijo! (em cena)

11:32 da tarde  
Blogger Meg said...

Querida Maria Mamedes,

Há sempre momentos na vida em que este tem poema faz sentido...

importa somente
que sejas quem fores
chegas na brisa dum desejo
e és bem-vindo
...

Um beijo

11:14 da manhã  
Blogger Déia said...

Que lindo! Que seja bem vindo e que traga felicidade!

11:10 da tarde  
Blogger Nilson Barcelli said...

O importante é o que queremos, que desejamos.

Belo poema querida amiga.

Beijo.

6:30 da tarde  
Blogger © Piedade Araújo Sol said...

sim...nao importa!

importa mesmo e só o que fica

"nos versos que te faço"

um beij

8:00 da tarde  
Blogger O Profeta said...

Mil caminhos
Esta viagem sem velas nem vento
Este barco na bolina das ondas
Esta chuva miúda transborda sentimento

Amarras prendem o gesto
Arrocham um coração que bate incerto
Uma gaivota retoca as penas com espuma
Levanta voo em rumo concreto

Partilha comigo “100 Anos de Ilusão”


Mágico beijo

12:52 da tarde  
Blogger O Profeta said...

Obridada...és uma ternura de Pessoa...


Doce beijo

4:14 da tarde  
Blogger Sandra said...

Oi! Passei por aqui através do Profeta.
Gostei do seu blog.
Venha me visitar e ser minha seguidora.
Se gostares do meu blog, leve um selinho de presente.
Ofereço aos visitantes e seguidores.
Ficarei feliz se fores minha seguidora em meus diversos blogs.
Bjs.
Sandra

10:41 da tarde  
Blogger Rui Figueiredo Vieira said...

Um poema, ou um coração aberto ao vento? Fantastico, é muito bom quando conseguimos encontar frases que nos dizem muito, palavras em que nos revemos, histórias por contar que também são nossas, sorrisos que não conhecemos mas que partilhamos a sua felicidade. Até breve. Cumprimentos

12:00 da manhã  
Blogger Filoxera said...

Muito bonito!
Beijos.

3:50 da tarde  
Blogger Lmatta said...

belo poema como sempre parabéns
beijos

3:58 da tarde  
Blogger Dri Viaro said...

Passei pra conhecer seu blog, e desejar boa tarde.

bjsss

aguardo sua visita :D

6:47 da tarde  
Blogger pin gente said...

que bem deste as boas vindas ao amor... como importa!
beijinhos
luísa

10:17 da tarde  
Anonymous Lumife said...

Belo poema !

Venho tb deixar um beijo de parabéns .


Felicidades!

11:40 da tarde  
Blogger Ed. G said...

Oi Maria,

Belissima poesia, adorei de coração. Pensamentos serenos e diretos, ainda que assim seja, espero que seja a alma gémea.


Um bj querido,

Ed.G

4:05 da manhã  
Blogger Patrícia said...

Fiquei presa neste poema durante algum tempo sabes? A sua essência é tão simples mas no entanto tão belas e graciosas... Um dos melhores poemas, cheio de ternura. São pessoas como tu que honram a Língua Portuguesa.

Beijinhos Maria=)
Patrícia

7:19 da tarde  
Blogger Suave-Toque said...

Não importa quem és, o importante é que chegaste.
Saudades daqui, saudades de ti.
Beijos

Suave Toque

3:26 da manhã  
Blogger José Rui Fernandes said...

Palavras que forjam em nós um espaço, um tempo, um lugar pressentido em esperança no amor que se deseja.
Assim um poema nos inquieta, apoderando-se de nós... ou nós dele...

Um beijo
JRF

1:56 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home