segunda-feira, agosto 22, 2011

JÁ NOS DEMOS TUDO...

Letra a letra
vão-se as tardes de amor
pelos pinhais
e o vento diz
que nunca mais
as teremos nossas
como antes...
já nos demos tudo
e foi tão pouco
tão pouco no tempo
e na poesia
sabe agora a muito
a nostalgia
das tardes de amor
já tão distantes!

Maria Mamede

7 Comments:

Blogger © Piedade Araújo Sol said...

mas as tardes de amor...serão sempre as mesmas, nem que seja na nossa memória.

gostei de ler-te.

beij

11:06 da manhã  
Blogger Maria said...

Creio que nunca 'nos damos tudo' porque podemos sempre dar-nos mais...
Mas o teu poema está muito bonito, Maria.

Beijinhos.

2:48 da manhã  
Blogger Filoxera said...

A nostalgia do amor num poema lindo.
Conforta saber que o que se dá fica? :-)

Beijinhos.

9:13 da manhã  
Blogger Graça Pires said...

Dar tudo e com tudo ficar...
Muito belo!
Um beijo.

12:38 da tarde  
Blogger Mel de Carvalho said...

Maria,
torno-me residente nos seus textos. São, indiscutivelmente, de beleza singular.

Gratidão num beijo
Mel

4:50 da tarde  
Blogger elvira carvalho said...

Lindo o poema. "Já nos demos tudo" Mas será que alguém se dá na totalidade?
Um abraço

10:42 da tarde  
Blogger Evanir said...

Chorar é como lavar a alma, pode ocorrer por vários motivos,
quando se é do coração é pura e verdadeira.
É bom quando algo ou alguém nos prende a atenção por segundos como a lua,
é um ser que encanta.
Gostei, o amor é: "Amor é carinho, é ternura, é ação...
É sentimento que vira canção."
Deus é a mais pura essência do amor,
cabe a nós aprender com Ele a amar de verdade.
Bjs, abençoado dia,,muita paz na sua vida.
A mensagem de hoje é de um amigo que deixou no meu blog.
Por ser linda e verdadeira
sem poder digitar por muito tempo.
Razão da minha cola só não sei é viver sem você.
Com carinho,Evanir.
Seus poemas encantaram minha alma.

1:00 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home